quinta-feira, junho 04, 2009

Declaração...

Normalmente acho piroso aquelas declarações de amor que apareçem nas paredes deste país, assim do tipo: amo-te..., ou mesmo aquelas demonstrações de afecto tatuadas nos braços ou pernas.
mas por outro lado, penso que faz parte da essência humana esse tipo de demonstração, pelo menos uma vez na vida todos já o fizemos...
Ora bem se tivesse de fazer uma declaração num muro algures neste país, era isto que lá punha:
...magnifica...
...eu nasci para estar contigo, neste tempo e espaço, depois disso e logo a seguir não faço a mínima ideia...só para te lembrar que estas tolices podem deixar um coração triste ou contente...só o amor pode deixar este aspecto, só o amor poderá deixar estas cicatrizes...pois eu nasci para cantar para ti, não tinha qualquer escolha, canto a canção que quiseres...dou-te a minha voz, canto...talvez o meu primeiro crime, pois foi uma alegria para o barulho (ouvir-me cantar)...
...só o amor deixa este aspecto...
...Magnifica...
Podem agora entender o porquê de não andar por aí a escrever nas paredes.

2 comentários:

Andreia disse...

nao aldrabes...
essa cena está escrita nas traseiras do LIDL
foste apanhado!
hihihihi

Turmentus (M.T) disse...

nem mais, mas a fonte é Bono Vox e The Edge